Publicidade

Notícias de saúde

Deficiência de vitamina D é freqüente entre jovens portadores de Doença de Crohn

20 de novembro de 2006 (Bibliomed). Estudos anteriores sobre a ingestão de vitamina D em crianças portadoras de doença inflamatória intestinal têm mostrado resultados conflitantes. Pesquisadores do Children’s Hospital Boston, de Boston, Estados Unidos, buscaram analisar a ocorrência de deficiência de vitamina D no organismo de pacientes jovens portadores de doença inflamatória intestinal, os fatores que predispõe a esta condição, e sua relação com a saúde dos ossos e com a concentração dos hormônios da paratireóide.

Um total de 130 pacientes jovens foi analisado na pesquisa; as idades variaram entre 8 e 22 anos, sendo 94 deles portadores da Doença de Crohn e 36 deles com retocolite ulcerativa. Nos resultados encontrados, a prevalência da deficiência de vitamina D foi de 34,6%.

Os pacientes com a Doença de Crohn e comprometimento da parte superior do trato gastrintestinal apresentaram as maiores possibilidades de terem deficiência de vitamina D. Outros fatores que indicaram uma predisposição ao problema incluíram uma cor de pele mais escura, temperaturas mais baixas (estação do inverno), e falta de suplementação de vitamina D.

Os pesquisadores concluíram que o significado a longo prazo da hipovitaminose D nesta população é desconhecida no momento atual, existindo necessidade de mais estudos para estabelecimento de uma relação mais precisa. A pesquisa foi publicada no número de novembro de 2006 da revista Pediatrics.

Fonte: Pediatrics. Vol. 118 No. 5 November 2006, pp. 1950-1961.

Copyright © 2006 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: