Publicidade

Notícias de saúde

Mães fumantes e morte súbita em bebês

13 de outubro de 2006 (Bibliomed). A síndrome da morte súbita infantil tem sido constantemente investigada. Pesquisadores norte-americanos analisaram o efeito do tabagismo materno, durante a gravidez, com relação ao risco relativo de ocorrência da síndrome de morte súbita infantil.

O estudo, publicado no último número da revista American Journal of Public Health, buscou ligações entre esta síndrome e o tabagismo materno, usando dados dos certificados de óbito do estado americano da Geórgia, entre os anos 1997 e 2000.

Os investigadores calcularam a fração de casos da síndrome da morte súbita infantil, relacionada com a exposição materna ao tabaco. De todos os casos de morte infantil, 21% deles foram atribuídos ao tabagismo materno; entre as mães fumantes, 61% dos casos da síndrome foram atribuídos ao fato delas manterem o hábito de fumarem.

Os investigadores, do Metro-health Medical Center, Case Western Reserve University, de Cleveland, estado de Ohio, concluíram que o tabagismo materno, durante a gravidez, está associado com um risco significativamente aumentado de ocorrência da síndrome da morte súbita infantil.

Fonte: American Journal of Public Health. October 2006, Vol 96, No. 10, 1757-1759

Copyright © 2006 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: