Publicidade

Notícias de saúde

Nova Vacina Protege Coelho de Doença Produzida por Humanos

LONDRES (Reuters) - Cientistas espanhóis desenvolveram uma vacina para imunizar coelhos contra duas doenças desenvolvidas pelo homem e usadas para controlar a população do animal, relatou a revista New Scientist em sua última edição.

A vacina desenvolvida pela equipe de Juan Torres, do Centro para Investigação em Saúde Animal de Madri, protege os ratos contra mixomatose e doença hemorrágica de coelhos, ambas liberadas como meios de controle da população desses animais.

A descoberta pode aumentar o número de coelhos em países onde a população está caindo, mas enfrenta dificuldade em países que consideram os animais uma peste.

"Esta vacina autopropagante não é um desenvolvimento que se ajuste facilmente ao controle de coelhos na Austrália. A mixomatose e a doença hemorrágica de coelhos, apesar de ter uma perspectiva repugnante para o bem-estar animal, têm grandes benefícios para agricultura", disse na revista Brian Cooke da CSIRO, organização nacional de pesquisa da Austrália.

Cientistas britânicos também ficaram preocupados com as implicações da nova vacina. "Basicamente, estão criando uma nova doença. Gostaria de estar bem convencido sobre sua segurança e a especificidade para espécie antes de ser liberada", disse à New Scientist, David Cowan, do Laboratório Central de Ciências da Grã-Bretanha.

Torres está realizando um teste envolvendo 300 coelhos em uma pequena ilha e argumentou que a Espanha precisa da vacina porque o número de coelhos é baixo. A pesquisa é parcialmente financiada pela Federação de Caça Espanhola.

"A mixomatose e a doença hemorrágica estão pondo em perigo não apenas a sobrevivência dos coelhos mas também seus predadores naturais", disse Torres.

Enquanto isso, Cooke está produzindo um novo vírus para matar coelhos ou torná-los estéreis.

Sinopse preparada por Reuters Health

Copyright © 2000 Reuters Limited. All rights reserved. Republication or redistribution of Reuters Limited content, including by framing or similar means, is expressly prohibited without the prior written consent of Reuters Limited. Reuters Limited shall not be liable for any errors or delays in the content, or for any actions taken in reliance thereon.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: