Publicidade

Notícias de saúde

Governo dos EUA Poderá Financiar Estudo com Células-Tronco

Por Lisa Richwine

WASHINGTON (Reuters) - Os Estados Unidos anunciaram na quarta-feira as diretrizes que permitem estudos financiados pelo governo com células-tronco de embriões humanos, um campo de pesquisa que pode levar a descobertas médicas, mas que também é considerado antiético por seus oponentes.

Os Institutos Nacionais de Saúde (NIH) afirmaram que podem financiar pesquisas somente sob regras estritas desenvolvidas para delimitar questões éticas envolvendo o uso de células de embriões.

Estudos com essas células embrionárias não podiam ser financiados pelo governo. Segundo os NIH, os potenciais benefícios médicos das células-tronco são "incisivos e dignos de busca de acordo com padrões éticos apropriados".

Células-tronco são uma espécie de células-mestres que podem desenvolver-se em diferentes tipos de células, musculares, nervosas, cardíacas, sanguíneas, entre outras.

"Estas pesquisas prometem novos tratamentos e possíveis curas para muitas doenças e lesões debilitantes, incluindo doença de Parkinson, diabete, doenças cardíacas, esclerose múltipla, queimaduras e lesões na medula espinhal", afirmaram os NIH em um pronunciamento em que foram anunciadas as diretrizes.

Sob as regras dos NIH, cientistas financiados pelo governo poderão estudar somente células-tronco retiradas de embriões congelados que não foram utilizados em tratamentos de fertilização in vitro. Os pesquisadores também não poderão destruir as células dos embriões.

Além disso, as regras, que tornam oficiais as propostas dos NIH divulgadas no ano passado, proíbem o pagamento por embriões para não estimular as pessoas a criar embriões especificamente para pesquisa.

O presidente dos EUA, Bill Clinton, fez um apelo ao público para considerar os "potenciais benefícios surpreendentes" da pesquisa com células-tronco e disse que as diretrizes de estudo incluíam "padrões científicos rigorosos" para pesquisadores.

A pesquisa com células-tronco tem provocado intenso debate no Congresso norte-americano. O senador Sam Brownback, do Partido Republicano do Kansas, afirmou que as regras dos NIH são "ilegais, imorais e desnecessárias".

"Não é aceitável matar deliberadamente um ser humano inocente para ajudar outro", disse Brownback.

Opositores como o senador do Kansas alegam que uma pesquisa publicada na semana passada, que revela que células adultas da medula óssea podem ser transformadas no que parecem ser células nervosas, seria uma evidência de que o uso de células-tronco embrionárias é desnecessário.

Sinopse preparada por Reuters Health

Copyright © 2000 Reuters Limited. All rights reserved. Republication or redistribution of Reuters Limited content, including by framing or similar means, is expressly prohibited without the prior written consent of Reuters Limited. Reuters Limited shall not be liable for any errors or delays in the content, or for any actions taken in reliance thereon.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: