Publicidade

Notícias de saúde

Uso de antibiótico em bebês pode comprometer dentição permanente

13 de outubro de 2005 (Bibliomed). O tratamento de infecções do ouvido com o antibiótico amoxicilina pode dobrar o risco de uma criança vir a sofrer de problemas mais tarde com seus dentes permanentes.

Segundo artigo publicado na revista Archives of Pediatrics and Adolescent Medicine, 579 crianças foram acompanhadas por um período de 32 meses à partir de seu nascimento, sendo que 91% delas usou amoxicilina pelo menos em uma oportunidade.

Nos resultados gerais, 24% dos participantes no estudo desenvolveram fluorose dentária, como resultado da exposição à um excesso de fluoretos durante a formação do esmalte dos dentes. O efeito nos incisivos e nos molares pode variar dos pontos brancos pouco visíveis às cáries e às manchas marrons - e pode indicar um problema dentário mais tarde na vida.

Segundo os autores da pesquisa, os achados sugerem que o uso da amoxicilina na infância poderia levar a algum risco aos dentes em desenvolvimento. Apesar de que os resultados deste um estudo não indicam que o uso da amoxicilina deva ser suspenso, existe necessidade de um uso mais criterioso da droga em bebês.

Fonte: Archives of Pediatrics and Adolescent Medicine, Vol. 159 No. 10, October 2005

Copyright © 2005 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: