Publicidade

Notícias de saúde

Álcool aumenta risco de arritmia cardíaca em homens, revela estudo

03 de outubro de 2005 (Bibliomed). Os homens que bebem correm maiores riscos de experimentarem um tipo de arritmia, a fibrilação atrial, revela estudo que foi publicado na última semana pela revista especializada Circulation, da American Heart Association.

De acordo com um grupo de pesquisadores do Departamento de Cardiologia da Universidade de Hvidovre, na Dinamarca, o consumo de grandes quantidades de álcool seria capaz de elevar o risco de ocorrência da fibrilação atrial, pelo menos entre homens.

Foram avaliados através de eletrocardiograma 16.415 mulheres e homens participantes do Women Copenhagen City Heart Study. Os pesquisadores observaram 1.071 casos desta arritmia durante o acompanhamento dos pacientes.

Tanto entre os homens como entre as mulheres observou-se que o consumo moderado do álcool não se encontrava associado ao risco de fibrilação atrial. Entretanto, consumir 35 ou mais drinques por semana entre homens estava associado a uma taxa de risco de 1,45. Aproximadamente 5% de todos os casos de fibrilação atrial entre homens se encontravam associados ao uso pesado do álcool.

Ao que tudo indica, os efeitos do consumo de álcool não se estenderam à doença arterial coronariana ou aos níveis pressóricos dos participantes.

Fonte: Circulation. 2005;112:1736-1742.

Copyright © 2005 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: