Publicidade

Notícias de saúde

Marcapassos de dupla câmara mais caros são mais custo-efetivos

10 de janeiro de 2005 (Bibliomed). Marcapassos que regulam as câmaras cardíacas atriais e ventriculares separadamente são mais caros, mas evitam internações hospitalares em pacientes portadores da chamada "Doença do Nó Sinusal". Isso é o que revela um novo estudo publicado na edição eletrônica da revista Circulation na semana passada.

Segundo o estudo, realizado em várias instituições médicas no Canadá e nos Estados Unidos, marcapassos de dupla câmara foram capazes de melhorar a qualidade de vida de pacientes deste tipo de doença. Foram usados dados de 2010 pacientes obtidos durante 4 anos para estimar a custo-eficácia do uso de marcapassos de câmara dupla (atrial e ventricular) em relação ao uso de marcapasso de câmara única (ventricular).

Os marcapassos de dupla-câmara mais sofisticados têm um preço de 3.000 dólares mais caros nos Estados Unidos do que os marcapassos de câmara única ventriculares. Segundo os pesquisadores, os dispositivos de dupla câmara reduziram significativamente as taxas de fibrilação atrial e hospitalizações por insuficiência cardíaca.

A fibrilação atrial é um tipo de batimento cardíaco irregular que pode levar ao surgimento de derrame cerebral e de insuficiência cardíaca congestiva.

Fonte: Circulation 2005, Published online before print January 3, 2005

Copyright © 2005 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: