Publicidade

Notícias de saúde

Estudo Pode Explicar Falha Genética Ligada a Câncer de Cólon

NOVA YORK (Reuters Health) - Uma nova pesquisa pode explicar como uma mutação genética faz com que tumores cresçam em muitos casos de câncer de cólon.

Mutações no gene APC, que normalmente bloqueia o crescimento de tumores cancerosos, são responsáveis por muitos casos de câncer de cólon, mas exatamente como isso ocorre é incerto, de acordo com uma equipe de pesquisadores coordenada por Yoshihiro Kawasaki, da Universidade de Tóquio, no Japão.

Em uma série de experimentos em animais, os pesquisadores observaram que a proteína codificada pelo gene APC interage com outra proteína chamada Asef. A equipe de Kawasaki suspeita que o crescimento celular no cólon é distorcido quando as duas proteínas se unem.

Normalmente, as células que formam o revestimento, ou epitélio, do cólon se desenvolvem em dobras ou fendas profundas abaixo da superfície.

Uma vez que as células são formadas, elas migram e se tornam parte do epitélio. Entretanto, a interação do Asef e do APC parece interferir com esse processo de migração, afirmam os pesquisadores na edição de 18 de agosto da revista Science.

Quando as duas proteínas se unem, o Asef, que normalmente desempenha um papel em persuadir as células a migrarem ao revestimento do cólon, pode perder o controle dessas células.

Se essas células permanecem enterradas abaixo da superfície do cólon, elas podem formar tumores, sugerem Kawasaki e sua equipe.

Sinopse preparada por Reuters Health

Copyright © 2000 Reuters Limited. All rights reserved. Republication or redistribution of Reuters Limited content, including by framing or similar means, is expressly prohibited without the prior written consent of Reuters Limited. Reuters Limited shall not be liable for any errors or delays in the content, or for any actions taken in reliance thereon.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: