Publicidade

Notícias de saúde

Restrição de calorias diminui o risco cardíaco 

23 de Abril de 2004 (Bibliomed). Uma grande restrição de calorias demonstrou-se capaz de retardar o envelhecimento e prolongar a vida de camundongos. Agora, uma nova pesquisa mostrou que estes mesmos resultados poderiam ser encontrados em seres humanos.

Um novo estudo publicado na semana passada na revista Proceedings of the National Academy of Sciences, comparando grupos de pessoas que praticaram a restrição calórica com aqueles que não praticaram este tipo de controle alimentar, comprovou que os fatores de risco cardiovascular do grupo da restrição calórica eram extremamente baixos, sendo semelhantes aos de pacientes muito mais jovens.

O estudo analisou 18 pacientes de uma organização chamada Calorie Restriction Optimal Nutrition Society. O grupo advoga consumir de 10 a 25% menos calorias do que é considerado normal, mas, ao mesmo tempo, mantendo o estado nutricional normal. Os homens deste grupo, tipicamente, ingerem menos de 2.000 calorias ao dia, e as mulheres menos do que 1.500 calorias/dia.

Segundo os autores, não se sabe se estas pessoas irão ter um tempo de vida mais longo, mas certamente o seu risco de doenças é muito menor.

Fonte: Proceedings of the National Academy of Sciences, April 27, 2004; vol 101: pp. 6659-6663.

Copyright © 2004 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: