Publicidade

Notícias de saúde

Medicamentos para o mal de Parkinson podem estimular o hábito do jogo

13 de Agosto de 2003 (Bibliomed). Um estudo mostrou que os pacientes que fazem exame de agonistas da dopamina para o tratamento da doença de Parkinson podem desenvolver hábitos de jogar compulsivamente.

Os investigadores do Muhammad Ali Parkinson Research Centre em Phoenix, Arizona, estudaram 1.884 pacientes portadores da Doença de Parkinson e em uso deste tipo de medicação durante o período de um ano. Nove pacientes desenvolveram um hábito sério de jogar, que surgiu somente depois que começaram a usar os medicamentos pergolide ou pramipexole.

Os medicamentos agonistas da dopamina estimulam a produção da dopamina, uma substância que ajuda não somente às respostas motoras para assegurar o movimento suave dos músculos, mas têm também um papel no mecanismo da "recompensa" do cérebro. Os cientistas admitem que a conexão entre estas drogas e o hábito do jogo é temporária, mas recomendam que os pacientes devem ser advertidos a respeito deste problema.

Copyright © 2003 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: