Publicidade

Notícias de saúde

Medicamentos usados para Parkinson podem acelerar o início da doença de Alzheimer

29 de Julho de 2003 (Bibliomed). Medicamentos usados para pacientes com Parkinson e para idosos podem acelerar o início da doença de Alzheimer, sugerem alguns estudos preliminares. As drogas antimuscarínicas são prescritas para cerca de 5 a 10% dos pacientes com Parkinson para ajudar a controlar tremores, problemas de bexiga e de depressão. Elas bloqueiam algumas das ações de uma substância química de cérebro chamada acetilcolina.

Os pacientes que usaram estas drogas por mais de dois anos apresentavam aproximadamente o dobro dos níveis de proteínas características da Doença de Alzheimer, segundo descoberta feita no Newcastle General Hospital, no Reino Unido. A descoberta foi baseada em exames de 120 fichas de um banco de cérebros humanos no Inglaterra, obtidos de pacientes com mais de 70 anos de idade.

Os médicos não deveriam se precipitar para trocar os tratamentos atuais de seus pacientes, diz o grupo de pesquisadores, pois nenhum dos casos apresentava ainda, de fato, os sintomas da Doença de Alzheimer. E atualmente as drogas antimuscarínicas são cada vez menos usadas no tratamento da Doença de Parkinson, por causa de seus efeitos colaterais a curto prazo (como, por exemplo, confusão mental).

As informações acerca deste estudo foram publicadas ontem na revista Nature Science Update.

Copyright © 2003 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: