Publicidade

Notícias de saúde

Compostos de isoflavona não reduzem as ondas de calor em mulheres na menopausa

10 de Julho de 2003 (Bibliomed). Estudos clínicos recentes, demonstrando um risco aumentado de doenças cardiovasculares e de câncer de mama em mulheres em uso de terapia de reposição hormonal, aumentaram o interesse em outras terapias para tratamentos dos sintomas da menopausa. Suplementos dietéticos que contêm isoflavonas têm sido extensamente usados como alternativas para terapias hormonais para "ondas de calor", mas existem poucos dados apoiando a eficácia destes medicamentos.

Em um novo estudo publicado esta semana na revista JAMA – Journal of the American Medical Association, pesquisadores realizaram um estudo randomizado entre mulheres na menopausa que estavam sofrendo 35 ou mais ondas de calor por semana, no sentido de comparar a eficácia de 2 suplementos dietéticos derivados do trevo vermelho, Promensil e Rimostil, com um medicamento placebo.

Depois de um período de 2 semanas usando o placebo, as 252 participantes foram divididas de maneira aleatória em 3 grupos, para receber Promensil (82 mg de isoflavona por dia), Rimostil (57 mg de isoflavona por dia), ou um placebo idêntico, e acompanhadas por 12 semanas.

Os resultados do estudo demonstraram que as reduções observadas nas ondas de calor após 12 semanas foram semelhantes para os grupos do Promensil (5.1), Rimostil (5.4), e placebo (5.0).

Os pesquisadores concluíram assim que nenhum dos dois suplementos teve efeitos de importância clínica nas ondas de calor ou em outros sintomas da menopausa.

Copyright © 2003 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: