Publicidade

Notícias de saúde

Paramédicos são treinados para realizar atendimento imediato em pacientes com infarto

08 de Julho de 2003 (Bibliomed). Os benefícios da trombólise (a aplicação de drogas para dissolver coágulos que ocluem as artérias coronárias) nos pacientes com infarto agudo do miocárdio (IAM) são dependentes do tempo, com uma redução potencial de 48% na mortalidade se o tratamento for realizado dentro da primeira hora do início de sintomas. Daí, portanto, a necessidade de se tratar pacientes com quadros de infarto o mais rapidamente possível. Após a primeira hora, existe uma queda nos efeitos benéficos dos medicamentos. A trombólise na fase pré-hospitalar do IAM pode ser a maneira mais simples de conseguir reabrir a artéria coronária obstruída, através da dissolução do coágulo. Pesquisadores britânicos publicaram um novo estudo na revista British Medical Journal no qual o diagnóstico e a decisão de se aplicar os medicamentos para trombólise foram realizados por paramédicos treinados.

Os paramédicos foram ensinados a "ler" um eletrocardiograma, identificando aqueles que apresentavam alta possibilidade de serem compatíveis com um IAM. Em seguida, eles próprios aplicavam drogas trombolíticas nos pacientes, procurando obter a dissolução dos coágulos. Segundo o estudo, ocorreu um encurtamento de 48 minutos na realização da trombólise (em relação à aplicação do trombolítico após a chegada no hospital), sendo o procedimento realizado por paramédicos considerado como possível e seguro.

Copyright © 2003 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: