Publicidade

Notícias de saúde

Governo fortalece rede de prevenção de doenças oculares

14 de Maio de 2002 (Bibliomed). O Ministério da Saúde vai intensificar o trabalho de diagnóstico, tratamento e acompanhamento de doenças oculares. Três portarias foram assinadas este mês, criando as Redes de Assistência Oftalmológica e o Programa de Assistência aos Portadores de Glaucoma. O investimento inicial do Governo Federal no Programa será de R$ 20,4 milhões anuais, pagos em parcelas mensais de R$ 1,7 milhão, beneficiando 100 mil pacientes. Apenas para os portadores de glaucoma, a intenção é distribuir os colírios adotados no tratamento da doença.

O fortalecimento da rede de prevenção e combate às doenças oculares prevê ainda a remuneração do processamento das córneas captadas para transplantes que ficam armazenadas nos Bancos de Olhos do Sistema Nacional de Transplantes (SNT). Os valores para ressarcimento serão definidos e vão passar a fazer parte da tabela do Sistema Único de Saúde (SUS). A medida deve melhorar a qualidade do serviço, contribuindo também para reduzir o tempo de espera na fila.

Pelo processamento de cada córnea, o SUS vai pagar R$ 340. Os gastos devem ser de R$ 1,1 milhão. A expectativa é de que o número de córneas captadas triplique nos próximos anos, exigindo um investimento de R$ 3,3 milhões.

A intensificação da assistência pretende facilitar e ampliar o acesso dos pacientes aos serviços de saúde destinados ao diagnóstico e tratamento dos problemas que atingem os olhos. Como parte do programa, o Ministério vai criar, em todo Brasil, Centros de Referência em Oftalmologia. Os Centros, devidamente equipados para o diagnóstico das doenças oculares, vão funcionar nas dependências de hospitais.

Especificamente no caso do glaucoma, o programa prevê o diagnóstico precoce e o tratamento imediato. O Ministério da Saúde acredita que o acompanhamento dos casos pode reduzir as seqüelas causadas pela doença. O glaucoma é, atualmente, a terceira causa de cegueira no Brasil, atrás apenas da catarata e da retinopatia diabética. A doença crônica não tem cura e atinge até 2% das pessoas com idades superiores a 40 anos. O Dia Nacional de Saúde Ocular e Prevenção da Cegueira foi comemorado na terça-feira passada.

Copyright © 2002 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: