Publicidade

Notícias de saúde

Obesidade infantil aumenta riscos de diabetes e problemas cardiovasculares

05 de Abril de 2002 (Bibliomed). As conseqüências do sedentarismo deixaram de ameaçar apenas os adultos e, atualmente, já representam um risco para as crianças. Pesquisas recentes mostram que muitas crianças brasileiras estão adotando uma dieta inadequada, que leva ao excesso de peso. Os trabalhos revelam ainda um aumento nos fatores de risco para o desenvolvimento de doenças cardiovasculares. O problema não se restringe às crianças de alto poder aquisitivo e afeta também os jovens de áreas mais carentes, que também mantêm uma dieta imprópria, com muitas calorias. A tendência, segundo especialistas, é de que as doenças cardiovasculares aumentem em uma população cada vez mais jovem.

Um levantamento feito pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), desde 1987, verificou as condições de 7 mil crianças com idades dos 6 aos 15 anos. Cerca de 38% das pesquisadas eram obesas e – um dado preocupante – 35% já tinham problemas de colesterol ou triglicérides. Os números mostraram também pacientes com hipertensão e com fatores de risco significativos para a ocorrência do diabetes e de outras doenças. Resultados parecidos já foram registrados em outros estudos feitos no País. Para alguns médicos, a obesidade em pacientes jovens se tornou um problema mais sério, em algumas regiões, do que a desnutrição.

No início do ano, o Ambulatório de Obesidade Infantil do Hospital das Clínicas de São Paulo divulgou os resultados de um levantamento sobre o assunto. Das 49 crianças atendidas periodicamente no ambulatório, 42 apresentavam sintomas iniciais para o desenvolvimento do diabetes do tipo 2, normalmente diagnosticada em adultos obesos. As crianças acompanhadas já apresentavam sinais de resistência à insulina, substância responsável pelo controle dos níveis de açúcar no sangue.

Os dados mostram que há uma tendência ao aumento da ocorrência desta doença de adultos nas crianças obesas. Nos Estados Unidos, 15% das crianças acima do peso têm diabetes tipo 2. Reverter esse quadro depende, necessariamente, de uma mudança na alimentação, deixando de lado o consumo de pratos gordurosos.

Copyright © 2002 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: