Publicidade

Notícias de saúde

Homeopatia é eficaz no tratamento da dengue

03 de Abril de 2002 (Bibliomed) - Uma esperança no combate à dengue. Pesquisa da Federação Brasileira de Homeopatia revela que as terapias homeopáticas ajudam a reduzir os sintomas da doença e ainda diminuem o período de infecção. Os resultados são preliminares, mas já deixaram os cientistas animados.

Desde janeiro passado, mais de 500 pessoas infectadas pelo vírus da dengue foram submetidas a dois tipos diferentes de tratamento: o tradicional, conhecido no meio médico como alopático, e o tratamento a base da homeopatia. Os doentes estudados foram atendidos em centros de saúde, clínicas médicas particulares e no Instituto Homeopático Brasileiro, todos na cidade do Rio de Janeiro.

De acordo com os pesquisadores, as pessoas que fizeram uso de remédios homeopáticos enfrentaram melhor os sintomas da dengue - como febre e dores pelo corpo - do que os pacientes que receberam o tratamento alopático. E o melhor: a incidência de dengue hemorrágica, a forma mais perigosa da doença, foi bem menor entre os adeptos da homeopatia. Segundo o presidente da Federação Brasileira de Homeopatia, Fábio Bolognani, o estudo mostra que medicamentos homeopáticos que estimulam a capacidade de resposta imunológica do organismo são eficazes no tratamento da dengue. A conclusão da pesquisa vai ser apresentada no início de maio, durante o VII Simpósio Internacional de Pesquisa em Homeopatia, na Universidade Estadual do Rio de Janeiro (Uerj).

Epidemia

O estado do Rio de Janeiro vive a pior epidemia de dengue dos últimos tempos. A doença atingiu quase 130 mil pessoas desde o início do ano e já matou pelo menos 47. Em Minas Gerais, foram confirmados 2.844 casos de dengue em 2002 e outros 15 mil estão sendo investigados.

A doença é hoje um problema de saúde pública mundial, especialmente nos países tropicais, onde as condições ambientais favorecem a proliferação do mosquito transmissor. A melhor forma de combater a dengue é acabar com focos de reprodução do mosquito. Não deixe acumular água limpa e parada. Pratinhos de planta devem permanecer secos; lixos e caixas d´água, tampados, e pneus e garrafas velhos, protegidos da chuva.

Copyright © 2002 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: