Publicidade

Notícias de saúde

Hantavirose causa duas mortes em São Paulo

27 de Março de 2002 (Bibliomed). Dois trabalhadores rurais morreram este ano, vítimas de hantavirose, na região de Ribeirão Preto, a 310 quilômetros de São Paulo. Uma das vítimas foi uma mulher de 35 anos, que atuava no cultivo de cana-de-açúcar na cidade de Pontal. A mulher morreu em fevereiro, três dias depois de ter sentido os primeiros sintomas. A segunda vítima, de 47 anos, foi um lavrador que trabalhava na colheita de café no município de Santo Antônio da Alegria.

Os dois casos, inicialmente, foram registrados como suspeita de dengue hemorrágica. Exames laboratoriais, no entanto, revelaram que as mortes foram causadas pelo hantavírus. Os dois registros da doença estão mobilizando as autoridades de saúde. Técnicos do Instituto Adolfo Lutz, de São Paulo, devem capturar nos próximos dias os roedores silvestres – que são os transmissores da doença – encontrados na região para avaliar onde pode ter acontecido a provável contaminação.

As autoridades de saúde visitaram a casa da primeira vítima, localizada no meio de um canavial. No local, foram encontradas fezes de ratos silvestres. A área, vizinha de um esgoto a céu aberto, tem condições precárias. Os técnicos também encontraram focos do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue. Parentes da lavradora e vizinhos serão submetidos a exames de sangue. Logo depois que o primeiro caso de hantavirose foi identificado, um bloqueio foi adotado na região. Uma desratização foi feita nas tampas de esgoto das ruas para prevenir a ocorrência de novos casos. Medidas preventivas também foram adotadas em Santo Antônio da Alegria, onde foi registrado o segundo caso de hantavirose.

Estes foram os dois primeiros casos da doença registrados este ano em São Paulo. Em 2001, sete casos foram confirmados, com quatro mortes. Duas pessoas morreram na região de Ribeirão Preto. Até agora, a literatura médica não registrou a transmissão da hantavirose entre as pessoas, mas apenas de roedores para seres humanos. Uma das preocupações em Ribeirão Preto no que diz respeito à transmissão da hantavirose é que o período da safra da cana está chegando e deve atrair inúmeros trabalhadores.

Copyright © 2002 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: