Publicidade

Notícias de saúde

Crianças de São Paulo farão testes de visão e audição

o Horizonte, 22 de Março de 2002 (Bibliomed).am lançados, no final da última semana, em São Paulo, os programas “Olho no Olho” e “Quem ouve bem, aprende melhor”. Os dois programas, que foram criados pelo Governo Federal em 1999, já atendia 116 cidades paulistas com população superior a 50 mil habitantes. Agora, vão beneficiar cidades com até 50 mil habitantes do interior do estado.

O governo estadual investirá cerca de R$ 2 milhões para ampliar os projetos às 529 cidades do estado que se enquadram nessa última categoria. Ao todo serão atendidas 250 mil crianças das duas primeiras séries do ensino fundamental em escolas estaduais e municipais. Elas serão submetidas a exames visuais e auditivos aplicados pelos próprios professores, treinados pelo estado.

A estimativa é de que 20% das crianças sejam encaminhadas pelos professores para consultas médicas na rede pública de saúde e cerca de 10% apresentem problemas e tenham que ser submetidos a tratamento. Aproximadamente 5% da população brasileira tem problemas auditivos e visuais. As crianças que necessitarem de tratamento utilizarão a rede pública de saúde, que também irá garantir cirurgias, óculos, e aparelhos auditivos para os que necessitarem. Outro programa que está sendo desenvolvido com alunos do ensino fundamental no estado, é o de vacinação, voltado para alunos da primeira à quarta séries. Na quarta e quinta séries, os alunos são orientados sobre a dengue. A partir da sétima série, os professores trabalham em sala de aula a questão das doenças sexualmente transmissíveis.

Copyright © 2002 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: