Publicidade

Notícias de saúde

Goiás terá plano de emergência devido às fortes chuvas

Belo Horizonte, 10 de Janeiro de 2002 (Bibliomed). As fortes chuvas que assolam o estado de Goiás fizeram com que a Fundação Nacional de Saúde (Funasa) preparasse um plano de emergência para diminuir os impactos do problema na região. Técnicos do órgão, representantes da Secretaria Municipal de Saúde da cidade de Goiás e da Secretaria Estadual estão se reunindo desde o início da semana para traçar providências.

Entre as ações previstas estão o treinamento de agentes de saúde do Programa de Saúde da Família e de Endemias, distribuição de hipoclorito de sódio para a população que não possui água tratada e de folhetos e cartazes com alerta sobre a leptospirose.

Com as fortes chuvas, a cidade que foi declarada pela Unesco como Patrimônio Cultural da Humanidade viu desmoronar parcialmente 240 construções situadas às margens do Rio Vermelho.

O pior é que, além da ameaça ao patrimônio, também existe o risco de surgimento de doenças como diarréia e hepatite A, que podem ser provocadas pela ingestão de água e comida contaminadas. Também há o risco de surgimento da leptospirose, uma doença transmitida por ratos, principalmente em períodos de chuvas e enchentes.

A Funasa também pretende intensificar as ações de vigilância epidemiológica para a identificação de doenças relacionadas à distribuição de água e orientar a população ribeirinha para que evite o contato com as águas do rio.

O Hospital São Pedro de Alcântara, inundado pela enchente, já foi vistoriado e liberado pela Vigilância Sanitária Estadual. Também estão sendo recolhidos restos de produtos agrotóxicos das casas veterinárias atingidas pelas águas, com o intuito de evitar contaminações.

Copyright © 2002 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: