Publicidade

Notícias de saúde

Projeto Alvorada chega ao Tocantins

Belo Horizonte, 26 de Dezembro de 2001 (Bibliomed). Há cerca de dez dias, o Ministério da Saúde assinou um convênio no valor de R$ 50,4 milhões, destinado ao estado do Tocantins. O dinheiro, parte do Projeto Alvorada, será investido na melhoria das condições de saneamento básico dos municípios.

Um levantamento revelou que das 139 cidades do Tocantins, 84 apresentam o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) mais baixo do que o recomendado pela Organização das Nações Unidas (ONU).

Os recursos vão beneficiar quase 50 mil famílias. As intervenções do Projeto Alvorada incluem construção ou ampliação de sistemas de abastecimento de água, coleta e tratamento de esgoto, além de melhorias sanitárias nos domicílios.

Além de elevar a qualidade de vida, os investimentos do governo federal têm outro objetivo: reduzir a ocorrência de doenças comuns em localidades com condições de saneamento inadequadas. Cólera, esquistossomose, tracoma, febre tifóide, leptospirose, hepatite e diarréia são alguns dos problemas comuns relacionados à falta de infra-estrutura básica.

No entanto, as melhorias sanitárias podem reduzir os registros de algumas doenças em até 80%. Dados do Sistema Único de Saúde (SUS) apontam que cerca de 3,4 milhões de brasileiros foram internados, de 1995 a 1999, em decorrência de problemas ligados à falta de saneamento.

O Projeto Alvorada, que intervém principalmente nas condições de saneamento, foi lançado em julho do ano passado. Até agora, o governo federal já identificou 23 estados que possuem municípios com IDH menor ou igual a 0,500 – valor considerado muito baixo pela ONU.

Além das melhorias sanitárias, o Projeto tem também 15 programas nas áreas de educação, saúde e renda. Ao todo, serão investidos aproximadamente R$ 13,2 bilhões até o fim do ano que vem no Projeto Alvorada.

Antes do Tocantins, já foram contemplados municípios em Sergipe, Pernambuco, Ceará, Maranhão, Rio Grande do Norte, Paraíba, Mato Grosso, Alagoas, Pará, Goiás, Paraná, Amazonas, Bahia, Rondônia, Minas Gerais, Piauí, Acre e Roraima. Até agora, cerca de 1,5 mil municípios foram contemplados. O número de famílias beneficiadas superou 1,1 milhão.

Copyright © 2001 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: