Publicidade

Notícias de saúde

Pessoas "desligadas" podem estar ouvindo mal

Belo Horizonte, 26 de Setembro de 2001 (Bibliomed). Uma pesquisa concluída recentemente no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, constatou que as pessoas freqüentemente chamadas de “desligadas” podem estar sofrendo um problema que, nos meios científicos, é chamado de déficit de processamento auditivo e de atenção.

O estudo foi feito pela fonoaudióloga da instituição, Ana Maria Alvares. Na pesquisa, ela comparou o desempenho da audição, memória e atenção de um grupo de 30 pessoas entre 20 e 40 anos de idade com outro de 20 pessoas acima de 60 anos de idade.

Os testes mostraram que a capacidade de memorização auditiva pode começar a falhar cedo, mesmo em indivíduos que ouvem bem. Em uma das avaliações, 20% dos participantes mais jovens foram incapazes de gravar informações ditas ao mesmo tempo a cada um dos ouvidos.

De acordo com a pesquisadora, o problema atinge pessoas cada vez mais jovens, principalmente por causa do estilo de vida atual. Existem várias técnicas simples que ajudam as pessoas que sofrem desse mal a recuperar a capacidade de memorização. Uma regra básica é organizar a entrada de dados na memória como se ela fosse uma biblioteca.

Segundo a pesquisadora, para memorizar um número de telefone, por exemplo, a pessoa deve tentar visualizá-lo como se estivesse sendo escrito e guardado em um canto do cérebro.

A prevenção, entretanto, deve começar na infância. Conversar com as crianças olhando-as nos olhos é uma forma de ensiná-las a focalizar a atenção.

Copyright © 2001 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: