Publicidade

Notícias de saúde

Venda de anabolizantes poderá ficar mais difícil

Belo Horizonte, 23 de Agosto de 2001 (Bibliomed). A venda de esteróides anabolizantes, que estão sendo cada vez mais utilizados por jovens que querem aumentar a massa muscular em pouco tempo, poderá ficar mais difícil.

A Comissão de Seguridade Social aprovou, no início dessa semana, o Projeto de Lei 3.341/00, do deputado Neuton Lima (PFL-SP), que tira dos dentistas a prerrogativa de prescrever o medicamento. Atualmente, essas substâncias são vendidas por prescrição de médicos e dentistas.

Os anabolizantes são hormônios sintetizados, como o masculino testosterona, que acelera o aumento da massa muscular. A disseminação do uso desses medicamentos, principalmente entre atletas jovens e adolescentes, já causou muitas mortes.

A opinião unânime de médicos é que, usados sem orientação, os anabolizantes podem causar problemas como impotência sexual, câncer de fígado, infarto, psicose e até a masculinização, quando usados pela mulher.

Atualmente, o esteróide anabolizante pode ser comprado mediante receita, com duas vias. Uma dessas vias precisa ficar na farmácia, como forma de controle. Para limitar a venda, a Comissão de Seguridade Social aprovou o projeto do deputado Neuton Lima, que reconhece apenas aos médicos o direito de prescrever o medicamento.

A proposta tramita em caráter conclusivo e será submetida também às Comissões de Constituição e Justiça e de Redação. Se aprovado, o projeto seguirá diretamente para o Senado Federal.

Copyright © 2001 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: