Publicidade

Notícias de saúde

Companhias aéreas devem avisar sobre risco de trombose

Belo Horizonte, 14 de Agosto de 2001 (Bibliomed). O governo inglês determinou às companhias aéreas de seu país que avisem aos passageiros de longos vôos sobre o risco de trombose. A notícia foi dada depois que as autoridades de saúde se convenceram de que os vôos transatlânticos constituem um risco para os viajantes.

Calcula-se que, pelo menos, 300 pessoas ao ano podem apresentar obstrução venosa dos membros inferiores, causando até a morte, ao realizarem viagens aéreas de longa duração. Esta situação é também chamada de Síndrome da Classe Econômica e ocorre principalmente nos idosos ou nas pessoas com problemas circulatórios.

O aviso deve incluir a necessidade de uso de aspirina antes do vôo, exercícios durante a viagem, beber muita água e não usar álcool.

Por conta dessa recomendação, a empresa aérea British Airwais lançou novos exercícios de bordo como parte de seu programa de bem-estar dos passageiros durante a realização de suas viagens. Os exercícios foram desenvolvidos pelo The Body Control Pilates Group, especializado em métodos de condicionamento físico.

Segundo o diretor da instituição, Lynne Robinson, os exercícios ajudarão os passageiros a chegar ao seu destino sentindo-se revigorados e relaxados, pois o ajudarão a se sentar corretamente em sua poltrona e estimular a circulação sangüínea.

Praticar os exercícios de bordo é uma necessidade também de acordo com as conclusões a que chegaram os cientistas que participaram do último encontro da Organização Mundial de Saúde (OMS), em Genebra, onde se discutiu a trombose venosa em viajantes.

Copyright © 2001 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: