Publicidade

Notícias de saúde

Portadores de psoríase grave têm mais chances de desenvolver câncer

Belo Horizonte, 03 de Agosto de 2001 (Bibliomed). - Pesquisadores americanos acreditam que os portadores de formas graves da doença de pele psoríase têm riscos maiores de desenvolver câncer de pele e tumores no tecido linfóide (linfoma).

O que os especialistas não conseguiram descobrir ainda é se isso ocorre em razão da própria doença ou do tratamento empregado no seu combate. Uma publicação recente do Archives os Dermatology revelou que algumas pesquisas apontam que o tratamento para psoríase grave, baseado na exposição à luz ultravioleta A, aumenta os riscos de câncer.

Entre os fatores que reforçam as suspeitas médicas está o fato de que alguns tratamentos envolvem drogas que atuam sobre o sistema imunológico, o que pode aumentar potencialmente o risco de desenvolvimento do câncer.

A psoríase é uma doença crônica, normalmente dolorosa, que se caracteriza por manchas avermelhadas na pele, cobertas com escamas prateadas.

A doença é considerada grave quando cobre mais de 10% do corpo. Os riscos de câncer nos portadores da psoríase foram avaliados por pesquisadores da Universidade da Pensilvânia, na Filadélfia, EUA.

Os médicos estudaram dados de 260 mil adultos – cerca de 18 mil estavam com psoríase e os demais tinham pressão alta, casos graves da doença de pele, eczema ou eram transplantados.

Entre os pacientes com psoríase grave, os pesquisadores constataram 78% mais chances de desenvolvimento do câncer, principalmente o câncer de pele e o linfoma. Os riscos foram similares aos encontrados entre os pacientes transplantados, que utilizam drogas supressoras do sistema imunológico.

David Margolis, principal autor do estudo, explicou que ainda não se sabe se a gravidade da doença ou se os tratamentos com medicamentos sistêmicos são responsáveis pelos riscos maiores do câncer.

Copyright © 2001 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: