Publicidade

Notícias de saúde

Plástica ajudará na fratura de coluna

São Paulo, 19 de Junho de 2001 (eHealthLA). De cada 100 mulheres que completam 60 anos de idade, 35 têm ou já tiveram problemas de fraturas de vértebras. Dessas 35, entre 7 e 10 podem morrer seis meses depois da ocorrência da chamada fratura esteoporótica de coluna.

Com a idade, há perda de massa óssea e o diagnóstico precoce previne. Mas quando se descobre tardiamente... a situação tende a ser grave.

Há estimativas no Brasil que uma a cada três mulheres e um a cada seis homens com mais de 60 anos tenham osteoporose. As fraturas mais freqüentes são as das vértebras e quadris, e suas conseqüências são a perda de estatura e dificuldade de locomoção, prejudicando, muitas vezes de forma drástica, a qualidade de vida do doente. Em caos extremos, essa situação pode levá-lo ao óbito.

De acordo com o neurocirurgião, Luiz Henrique Pimenta, "as fraturas osteoporótica de coluna, muito freqüentes em pacientes com a patologia, são de difícil tratamento e, geralmente, a correção é tardia, devido ao diagnóstico também tardio".

Há cerca de um ano, os pacientes já podem contar com uma técnica minimamente invasiva e extremamente eficaz para o tratamento desse tipo de fratura: trata-se da VERTEBROPLASTIA (plástica da vértebra).

O tratamento consiste em aplicar uma injeção de cimento ósseo dentro da vértebra, restaurando o local doente. Essa técnica será apresentada durante o VI Workshop de Vedeoendoscopia de Coluna, que acontecerá em São Paulo, no Anfiteatro da Casa de Saúde Santa Rita (rua Cubatão, 1.190), de 3 a 5 de agosto próximo.

O QUE É - Osteoporose é a diminuição da quantidade de massa óssea no corpo de uma pessoa. O osso é uma estrutura viva.

Constantemente existem zonas do osso que são destruídas e substituídas por osso novo. A osteoporose caracteriza-se pelo desequilíbrio entre essa destruição e a reparação.

Esta é uma doença preocupante. Quando a destruição do osso é maior que a sua reparação, o equilíbrio se desfaz tornando-o pouco resistente e incapaz de suportar pequenos traumatismos.

As fraturas mais freqüentes são as de vértebras e quadris, provocando conseqüências como deformidade na coluna vertebral, perda de estatura e dificuldade de locomoção.

Copyright © 2001 eHealth Latin America

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: