Publicidade

Notícias de saúde

Angiografia Digital diminui pela metade o tempo de diagnóstico

São Paulo, 11 de abril de 2001 (eHealthLA). O diagnóstico e tratamento por via endovascular (por dentro dos vasos) está mais ágil, preciso e eficiente com a Angiografia Digital. O aparelho Integris BV 5.000 - Biplano, da Philips Medical Systems, foi adquirido pelo Hospital Beneficência Portuguesa de São Paulo (um dos sete existentes no mundo) e, em poucos meses de uso, já foi possível constatar um ganho significativo de tempo e qualidade.

Segundo o neuroradiologista da equipe de Diagnóstico por Imagem (Med Imagem) da Beneficência Portuguesa, Dr. Ronie Leo Piske, o novo equipamento diminuiu em 50% o tempo de diagnóstico. "Aumentou também em 15% o número de diagnósticos de aneurisma cerebral, que não eram vistos no equipamento anterior", afirma.

Outro dado importante é que o tempo do procedimento da terapêutica endovascular também caiu em 40%. A terapêutica endovascular é uma técnica de tratamento de lesões como o aneurisma, má-formação arteriovenosa por embolização ou colocação de stent (para dilatar a artéria). "Com a diminuição do tempo é usado menos contraste, diminuindo o desconforto e as complicações que podem surgir", considera Dr. Piske.

O novo equipamento permite também que seja feita a angiografia rotacional e a reconstrução tridimensional das imagens sem precisar mover o paciente ou o aparelho de posição. Outras vantagens importantes são a maior definição dos vasos, precisão no diagnóstico e principalmente maior segurança para o paciente.

Intervenção vascular

A Angiografia Digital permite a neuroradiologia intervencionista, um tratamento de patologias vasculares feito por dentro dos próprios vasos. O tratamento do aneurisma cerebral, por exemplo, pode ser feito com a colocação de um microcateter dentro do aneurisma, fechando-o com espirais de platina – uma técnica executada na Beneficência há mais de oito anos.

Com o novo aparelho, este procedimento levará a metade do tempo para ser concluído, além de ser mais seguro. "Esse método é menos agressivo, já que não é preciso abrir o crânio, e reduz o tempo e os custos de internação de uma semana para dois dias, em média", afirma.

O método também trata outros tipos de problemas, como tumores e angiomas. Acidentes vasculares cerebrais (derrames) podem ser tratados na fase aguda, desobstruindo-se a artéria com drogas injetadas dentro do coágulo, por meio de um microcateter.

Copyright © 2001 eHealth Latin America

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: