Publicidade

Notícias de saúde

BRASIL: Aumenta a Demanda por Tratamento das Manchas do Sol

São Paulo, 6 de março de 2001(eHealthLA). Perto do final do verão, clínicas especializadas em tratamentos de pele, assam a ficar lotadas por pacientes com um problema muito comum nesta época: a hiperpigmentação ou manchas do sol. O problema é ocasionado pelo excesso de exposição ao sol e falta de uso de protetor solar.

Segundo o dermatologista Sérgio Yamada, da Universidade Federal de São Paulo, o sol em excesso não só envelhece, como leva ao câncer. “Para desfrutar do verão é importante ficar de olho no relógio. Evite o sol entre 10 e 15 horas (acrescente 60 minutos se estiver no horário de verão). E não deixe de aplicar muito filtro solar. A camada deve ser espessa", diz.

Manchas

Entre os tratamentos indicados para se livrar das manchas, está o famoso peeling, que é realizado uma vez por semana e custa entre R$ 50 a R$ 100 a sessão. O tratamento consiste na utilização de ácidos que promovem a esfoliação da pele e posterior retirada da mancha. Além de eliminar o problema, ainda auxilia no rejuvenescimento da pele. Mas para se submeter ao tratamento, o paciente deve ter o acompanhamento de um especialista. Como há manuseio de ácidos, a presença de um profissional capacitado é fundamental.

Salvando a Própria Pele

Os fotoprotetores estão cada vez mais modernos e existem até fórmulas sem perfume para quem tem alergias. Mas mesmo utilizando os filtros solares os especialistas recomendam cautela com o sol. “Se você dormir na cadeira de praia, os raios ultravioleta podem maltratar muito a pele. São eles que danificam o DNA das células, fazendo com que elas se multipliquem de forma desordenada", explica Yamada. É assim que surge o tumor de pele.

Copyright © 2001 eHealth Latin America

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: