Publicidade

Notícias de saúde

BRASIL: Pesquisa Revela Nova Utilidade Para o Botox

São Paulo, 06 de Março de 2001 (eHealthLA). Cientistas alemães descobriram uma nova utilidade para Botox, a famosa injeção contra rugas: a substância química ataca o suor. Pesquisadores de Munique descobriram que o Botox habitualmente aplicado nos rostos para atenuar marcas da idade contém a perspiração por vários meses, servindo assim como desodorante de longo prazo.

Extraído da mesma toxina que provoca botulismo (um tipo de intoxicação alimentar que costuma matar), botox vem sendo usado por muitos cirurgiões plásticos para alisar a pele na testa, perto dos olhos e nos cantos da boca.

Na pesquisa, desenvolvida pelo Departamento de Dermatologia da Universidade Ludwig-Maximilians, na Alemanha, formam analisados 145 pacientes. Cada um tomou duas injeções: Botox num braço e placebo (substância inócua) no outro.

As diferenças já apareceram após 15 dias, quando uma das axilas de cada paciente (mais tarde revelada como a injetada com Botox) produziu apenas um quarto do suor da outra.

Os efeitos progrediram em seguida, diminuíram após seis meses, mas não desapareceram antes de um ano. A descoberta pode servir como tratamento para um problema chamado hiperhidrose axilar, que leva algumas pessoas ao suor excessivo em baixo dos braços.

Função Estética

Segundo estatísticas da American Academy of Cosmetic Surgery (Academia Americana de Cirurgia Estética - AACS), mais de 2,5 milhões de peelings químicos e injeções de Botox foram realizados em 2000, somente nos Estados Unidos.

Explica dra. Loriti Breuel, especialista em medicina estética, em São Paulo, o Botox é uma toxina líquida, chamada botulínica do tipo A. “O Botox tem um efeito bloqueador de alguns estímulos de contração muscular da pele, fazendo-a esticar.

Seus resultados são bem favoráveis na suavização de rugas superficiais localizadas na testa ou ao redor dos olhos”, diz a médica.

A aplicação é feita através de injeção, com o auxílio de micro-agulhas, tem duração média de vinte minutos e o efeito dura 6 meses, uma vez que a substância é reabsorvida pelo organismo. Não há nenhuma restrição e nem é necessário anestesia.

“O único cuidado que o paciente deve ter logo após a aplicação do Botox é evitar se deitar por um período entre quatro e seis horas. Isso porque, como é uma toxina líquida, pode se esparramar e atingir outras áreas do rosto”, alerta Loriti.

Copyright © 2001 eHealth Latin America

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: