Publicidade

Notícias de saúde

BRASIL: AIDS - Projeto de Assistência e Prevenção da Doença Chega aos Brasileiros Residentes no Japão

São Paulo, 02 de Março de 2001 (eHealthLA). O ministro da Saúde, José Serra, lançou no Japão, o Projeto de Assistência e Prevenção da Aids aos dekasseguis (brasileiros residentes no Japão).

Com custo de US$ 93 mil, a iniciativa vai beneficiar os 250 mil brasileiros que moram no país e têm dificuldade para obter orientação e atendimento no serviço de saúde japonês. “Não queremos que a língua seja uma barreira ainda maior quando o assunto é saúde.

Por isso, vamos fazer chegar no Japão, as campanhas de prevenção que são desenvolvidas no Brasil, para que todos os dekasseguis tenham acesso (em português) às informações sobre doenças como a Aids” - disse o ministro.

Em um universo de 120 milhões de habitantes existem apenas 10 mil casos de aids notificados no Japão, sendo 50% em estrangeiros. Pesquisa realizada entre 451 brasileiros residentes no Japão mostra que há alto grau de conhecimento sobre as formas de transmissão do HIV/Aids (80% dos entrevistados conhecem os métodos de prevenção).

Mas, há deficiência quanto à adoção de práticas preventivas (apenas 50% deles relataram uso freqüente do preservativo) e dificuldade de acesso às informações sobre o sistema e os serviços de saúde (apenas 30% dos 451 dekasseguis conheciam os serviços locais de referência para DST/HIV/Aids).

Ação

Dois representantes de Organizações Não Governamentais que tratam da doença no Japão serão treinados no Brasil e capacitarão, a partir de março, 100 multiplicadores para atuar nas províncias industriais com maior concentração de brasileiros: Shizuoka, Kanagawa, Aichi e Tokyo - centro turístico, onde estão as sedes das principais representações brasileiras. O objetivo é orientar os dekasseguis para que tenham acesso ao sistema de saúde no Japão.

No país, existem três tipos de planos de saúde: o privado (que é caro), o empresarial (por causa da discriminação, alguns estrangeiros acabam não tendo direito a ele) e o público (por desconhecimento de como utilizá-lo muitos dekasseguis ficam excluídos).

Para tanto, será produzida uma campanha (televisão, cartazes, inserção em jornais comunitários e distribuição de panfletos bilingües - português/japonês - com informações sobre prevenção e tratamento da aids).

O material impresso estará disponível nas unidades de saúde, nos consulados brasileiros e será enviado por meio de mala direta aos brasileiros residentes no Japão.

Dekasseguis

Segunda maior comunidade brasileira residente fora do País e a terceira maior comunidade estrangeira residente no Japão, os dekasseguis têm, em geral, entre 25 e 40 anos. Enfrentam uma jornada de trabalho acima de 12 horas/dia, com poucas atividades de lazer e/ou integração entre a comunidade brasileira.

Copyright © 2001 eHealth Latin America

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: