Publicidade

Notícias de saúde

Garoto Símbolo da Luta Anti-Aids na África Vai Para o Hospital

JOHANESBURGO (Reuters) - O garoto sul-africano de 12 anos que se tornou ícone da luta contra o HIV e a Aids na África estava em estado crítico em um hospital de Joanesburgo na terça-feira, disse a sua mãe adotiva.

Nkosi Johnson, que recebeu elogios do ex-presidente Nelson Mandela, foi levado às pressas ao hospital em consequência de complicações da doença.

"Ele foi levado para o hospital na noite passada. Seu quadro é crítico, mas estável", disse a mãe adotiva, Gail Johnson, à Reuters.

Johnson teve um problema no cérebro no mês passado, quando a Aids se espalhou por seu frágil corpo. Desde então, ele recebia cuidados em casa, mas era incapaz de se comunicar ou se alimentar sozinho.

O estudante tornou-se uma figura pública da luta contra a Aids em 1997 depois que um grupo de pais se opôs à sua admissão em uma escola no subúrbio de classe média alta de Joanesburgo por ser HIV positivo.

Um em cada dez sul-africanos -- 4,2 milhões de pessoas -- tem a doença.

Sinopse preparada por Reuters Health

Copyright © 2001 Reuters Limited. All rights reserved. Republication or redistribution of Reuters Limited content, including by framing or similar means, is expressly prohibited without the prior written consent of Reuters Limited.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: