Publicidade

Notícias de saúde

ONU Quer Que Países em Risco Tomem Precauções Contra Vaca Louca

Por David Brough

ROMA (Reuters)
- A ONU (Organização das Nações Unidas) aconselhou na quarta-feira cerca de 100 países que correm o risco de ter a doença da vaca louca (BSE) em seus rebanhos a proibir o uso de rações feitas à base de carne e ossos de animais na alimentação do gado bovino, ovelhas e cabras.

A Reuters perguntou ao diretor geral da Organização de Agricultura e Alimentação da ONU (FAO), Jacques Diouf, que conselhos ele daria aos países fora da Europa ocidental preocupados com a possível ameaça da doença da vaca louca, ou encefalopatia espongiforme bovina.

"Aos países que importaram animais e ração de parceiros comerciais que apresentam BSE, a FAO recomenda a adoção de uma abordagem cautelar", respondeu Diouf, por escrito.

"Deve ser proibida a administração de rações à base de carne e ossos ao gado bovino, ovelhas e cabras. Para reduzir ainda mais o risco de contaminação, os países devem estudar a possibilidade de proibir o uso desse tipo de ração para todos os animais. Também devem adotar medidas ativas de monitoramento para a detecção, o controle e a erradicação do BSE."

Diouf disse que pelo menos 100 países correm o risco da doença da vaca louca porque importaram da Europa carne ou rações à base de carne e ossos desde a década de 80. Entre as regiões que importaram quantidades grandes de ração da Grã-Bretanha a partir dos anos 80 estão o Oriente Médio, a Europa oriental e a Ásia.

Sinopse preparada por Reuters Health

Copyright © 2001 Reuters Limited. All rights reserved. Republication or redistribution of Reuters Limited content, including by framing or similar means, is expressly prohibited without the prior written consent of Reuters Limited. Reuters Limited shall not be liable for any errors or delays in the content, or for any actions taken in reliance thereon.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: