Publicidade

Notícias de saúde

Paciente de Câncer Morre com Remédio Injetado na Espinha

05 de Fevereiro de 20001 (Bibliomed). Um adolescente britânico que fazia tratamento contra a leucemia morreu na sexta-feira, um mês depois que um medicamento foi injetado por engano em sua espinha, disse o hospital.

O remédio deveria ter sido injetado na veia do garoto, Wayne Jowett, que tinha 18 anos. "Um erro grave foi cometido quando o remédio de Wayne foi administrado incorretamente", disse John MacDonald, chefe-executivo do Queen's Medical Centre, em Nottingham. "A despeito de medidas imediatas terem sido tomadas, foi impossível salvar Wayne."

"Falhamos com Wayne e sua família, e lamentamos profundamente", disse ele em uma declaração.

O centro médico suspendeu dois médicos e iniciou um inquérito.

O incidente vem à tona em meio a inúmeros escândalos no Departamento de Saúde britânico, que já anunciou a adoção de novas regras até o fim do ano.

A família de Jowet disse por meio de seus advogados que acredita que o mesmo erro não pode ser cometido novamente.

Pelo menos dez pessoas na Grã-Bretanha receberam o remédio contra o câncer, vincristine, na espinha, por engano, desde 1985, de acordo com uma pesquisa. A aplicação errada é fatal e não há antídoto.

Copyright © 2001 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: