Publicidade

Notícias de saúde

Grã-Bretanha Vive Novo Temor da Vaca Louca Ligado a Sangue

31 de Janeiro de 2001 (Bibliomed). Surgiram novos temores, terça-feira, na Grã-Bretanha sobre a disseminação da versão humana da doença da vaca louca, depois que autoridades de saúde começaram a contatar hemofílicos que podem ter recebido produtos de sangue de um doador infectado.

Embora a Grã-Bretanha tenha proibido o uso de plasma em produtos de sangue em 1998, um ministro de Saúde regional reconheceu que alguns hemofílicos podem ter recebido um agente de coagulação feito com o sangue de um homem que depois morreu da nova variante da doença de Creutzfedlt-Jacob (vCJD).

A notícia provocou apreensão na Grã-Bretanha e espalhou temores na Europa, uma vez que os casos de doença da vaca louca, ou encefalopatia espongiforme bovina, estão aumentando.

"A comunidade de hemofílicos está agora esperando ansiosamente para saber se foi exposta ao produto ou se recebeu outra remessa", disse em uma nota Karin Pappenheim, executiva-chefe da Sociedade de Hemofilia.

"Mesmo que o risco de contrair vCJD desta forma seja puramente teórico e nenhum hemofílico tenha contraído vCJD através de substâncias coagulantes feitas de sangue, existe um risco, que obviamente queremos evitar", acrescentou.

Até agora, 80 pessoas na Grã-Bretanha e 2 na França morreram de vCJD. A doença foi identificada em 1996 e tem sido ligada a consumo de carne de gado infectado com encefalopatia espongiforme bovina (BSE), conhecida como mal da vaca louca.

Copyright © 2001 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: