Publicidade

Notícias de saúde

BRASIL: Pesquisa Sobre Cigarro Mostra que a Mulher Tem Mais Vontade de Deixar o Vício

São Paulo, 26 de Janeiro (eHealthLA). Recente pesquisa da Santa Casa de Misericórdia do Rio de Janeiro com 800 pacientes que buscam tratamento para parar de fumar, concluiu que 67,84% são mulheres.

Segundo Analice Gigliotti, psiquiatra e chefe do Departamento de Dependência de Nicotina da Santa Casa, isso se deve ao fato da mulher não se inibir em pedir ajuda para esse tipo de tratamento. Segundo a médica, o sexo feminino tem mais facilidade para lidar com seus sentimentos.

Dependência psicológica

Para os pesquisadores, não só a dependência física deve ser levada em consideração na hora do tratamento, como também a psicológica para a obtenção de melhores resultados. Dos entrevistados, 86,8% já haviam tentado parar ou limitar o hábito de fumar pelo menos uma vez antes de procurar o departamento. Desses, 21% não conseguiram parar por menos de um dia.

A pesquisa revela também quais os três sintomas mais sentidos na fase de abstinência: ansiedade (57,06%), irritabilidade (48,33%) e inquietação (47,96%). "A nicotina proporciona uma síndrome de abstinência. A maioria dos fumantes usa o cigarro para lidar com sensações e emoções e, sem ele, ficam se sentindo perdidos", explica a psiquiatra.

O número de cigarros consumidos por um fumante foi outro ponto abordado no estudo. A maioria dos entrevistados (80,67%) disse fumar de 16 a 30 cigarros diariamente. Quando fumavam muito, 47,7% dos pacientes disseram que chegavam a consumir dois maços em um único dia. O principal objetivo da pesquisa foi conhecer o perfil dos pacientes que procuram a ajuda do departamento, para oferecer melhor tratamento para cada um.

Copyright © 2001 eHealth Latin America

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: