Publicidade

Notícias de saúde

Países Africanos Decidem Unir Forças Para Deter a Cólera

18 de Janeiro de 2001 (Bibliomed). Moçambique, África do Sul e Suazilândia vão trabalhar juntos para deter a epidemia de cólera, a doença que se alastra pela água e que já matou centenas de pessoas e infectou milhares, disse uma autoridade moçambicana na quarta-feira.

A vice-ministra da Saúde de Moçambique, Aída Libombo, disse que representantes dos três países vão se encontrar na semana que vem na capital de Moçambique, Maputo.

O anúncio surge depois da crítica feita pela Organização Mundial de Saúde (OMS) contra a África do Sul na segunda-feira. A OMS acusou a África do Sul de falhar em providenciar "uma estratégia operacional clara para a água e o saneamento no controle da epidemia".

A entidade exigiu que a África do Sul providencie suprimentos de água de emergência como parte de uma estratégia para deter o alastramento da cólera, que já matou 67 pessoas desde agosto.

"Precisamos encontrar e definir os meios mais eficazes de prevenir a situação e reduzir o número de mortes", disse Libombo a jornalistas na quarta-feira.

Ela disse que 252 moçambicanos morreram da doença em sete meses, depois das enchentes de fevereiro e março até setembro.

Mais de 17 mil pessoas foram infectadas pela doença durante esses meses, mas a taxa de contaminação foi reduzida em setembro, depois que medidas de controle sanitário entraram em vigor.

A cólera é uma doença infecciosa que se espalha pela água e por condições sanitárias precárias. Causa diarréia tão grave que suas vítimas podem morrer por desidratação.

Copyright © 2001 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: