Publicidade

Notícias de saúde

Médicos Têm Receio de 2a Dose da Vacina Contra Rubéola

15 de Janeiro de 2001 (Bibliomed). A despeito de pesquisas que mostram que não existe ligação entre a vacina MMR -- conhecida como tríplice viral, que previne o sarampo, a caxumba e a rubéola -- e o autismo, muitos médicos e enfermeiras britânicas têm reservas em aplicar a segunda dose nas crianças.

Uma pesquisa entre 600 médicos, enfermeiras e profissionais de saúde no País de Gales revelou que quase a metade dos profissionais tinha dúvidas quanto à segunda dose da vacina, que é dada a crianças entre 3 e 5 anos.

As crianças britânicas recebem a primeira dose aos 18 meses.

"Com relação à segunda dose da vacina, 48 por cento dos profissionais tinham reservas e 3 por cento discordaram da política de aplicar a vacina", disse o médico Marko Petrovic, do Centro de Vigilância de Doenças do País de Gales.

O levantamento, publicado na mais recente edição do British Medical Journal, também mostra que os profissionais de saúde não tem acesso a informações sobre imunização.

Os temores sobre a segurança dessa vacina surgiram há três anos, depois que um estudo polêmico de médicos do Hospital-Escola Royal Free, de Londres, sugeriram que a vacina estaria associada ao autismo ou doença inflamatória intestinal.

Estudo subsequentes provaram que não existe a ligação.

Copyright © 2001 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: