Publicidade

Notícias de saúde

Combinação de Pesticidas Causa Doença de Parkinson em Animais

08 de Janeiro de 2001 (Bibliomed). Uma combinação dois pesticidas usados comumente na agricultura, quando injetada em camundongos, causou o mesmo tipo de lesão cerebral observado na doença de Parkinson, afirmaram pesquisadores na quinta-feira.

Os animais que receberam o herbicida paraquat e o fungicida maneb apresentaram sinais claros de doença de Parkinson, uma enfermidade cerebral progressiva e incurável, disseram Deborah Cory-Slechta e sua equipe, da Escola de Medicina e Odontologia da Universidade de Rochester.

Mas nenhum dos pesticidas criou o padrão característico da lesão cerebral quando usado sozinho.

As descobertas somam-se ao crescente número de evidências de que a exposição a substâncias químicas como os pesticidas pode, pelo menos, contribuir para a lesão cerebral observada na doença de Parkinson.

"Ninguém nunca analisou os efeitos estudando alguns desses compostos em conjunto que, quando vistos sozinhos, têm pouco efeito", disse Cory-Slechta em um comunicado.

"Isso tem grandes implicações", acrescentou a pesquisadora.

Eric Richfield, neurologista que trabalhou no estudo, disse que isso pode significar que ninguém será capaz de prognosticar quem está sob risco de Parkinson com base na exposição a substância químicas.

"Existem tantos agentes e todos são um pouco diferente. A pessoa A pode não ter reação a um composto particular. Como testar as interações entre dois agentes?", explicou o neurologista.

A doença de Parkinson, que atinge cerca de 500.000 pessoas somente nos EUA, envolve a destruição de neurônios que produzem dopamina, uma substância química importante na transmissão de mensagens que está relacionada ao movimento.

As pessoas com a doença começam a apresentar tremores e podem ficar paralisadas e morrer. Não existe cura e os tratamentos podem adiar a doença por um período, mas eventualmente param de ter efeito.

Os cientistas suspeitam que uma combinação de vulnerabilidade genética e exposição a algum fator no meio ambiente pode ser responsável pela doença de Parkinson. Sob grande suspeita estão os pesticidas organofosforados, conhecidos por afetar o sistema nervoso central.

Os resultados do estudo de Cory-Slechta e sua equipe sobre os efeitos de uma mistura de paraquat e maneb, ambos usados nas plantações de batatas, tomates, alface, milho, soja, algodão e frutas, estão publicados na edição de 15 de dezembro de Journal of Neuroscience.

Copyright © 2001 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: