Publicidade

Notícias de saúde

Médico Diz Que Remédios Afetam Andar e Rosto do Papa

05 de Janeiro de 2001 (Bibliomed). O cirurgião que operou o papa João Paulo 2o em 1994 disse, em entrevista publicada na quinta-feira, que os remédios que o pontífice, de 80 anos, está tomando para combater o mal de Parkinson afetam seu andar e seus movimentos faciais.

Na entrevista mais reveladora já concedida por um membro da equipe médica que cuida do papa, o cirurgião ortopédico Gianfranco Fineschi afirmou que o tremor da mão do papa se deve ao mal de Parkinson.

"Os medicamentos que ele toma para combater o mal de Parkinson, que provoca o tremor de sua mão, afetam seu controle muscular, reduzindo seus movimentos faciais, e o fazem arrastar os pés quando caminha", disse Fineschi em entrevista publicada pelo semanário Oggi, que permitiu a divulgação antecipada de alguns trechos da entrevista por meio da agência de notícias italiana ANSA.

O Vaticano nunca admitiu oficialmente que o papa sofre do mal de Parkinson. A preocupação de que o papa possa estar sofrendo da mesma doença que atingiu o ex-campeão dos pesos pesados Muhammad Ali aumentou no início dos anos 1990, quando um tremor violento em sua mão esquerda se tornou claramente visível.

Às vezes o papa também manifesta rigidez dos músculos faciais e um andar lento e curvo, que podem ser sintomas da doença de Parkinson ou outra relacionada a ela. Mas, segundo Fineschi, esses problemas podem ser atribuídos à medicação tomada pelo papa, e não à doença propriamente dita.

Não se sabe que medicamentos específicos o papa utiliza.

Copyright © 2001 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: