Publicidade

Notícias de saúde

Pacientes jovens com problemas renais podem apresentar doença cardíaca

Nova Iorque, ( Reuters Health) - pacientes jovens que apresentam problemas renais e estão em diálise parecem mostrar precocemente sinais de doença cardíaca, um entupimento de artérias que podem aumentar futuramente o risco de um ataque cardíaco, relatam pesquisadores. Em um novo estudo, a maioria dos pacientes em hemodiálise, entre as idades de 20 e 30 anos apresentou depósitos de cálcio nas artérias do coração (um possível sinal de doença cardíaca). Em contraposição, nenhum dos 23 pacientes com menos de 20 anos apresentaram alterações, de acordo com o estudo realizado em 39 pacientes com problemas avançados de rim.Esta diferença pode estar diretamente relacionada ao tempo gasto em diálise para cada paciente, informam os pesquisadores da University of Califórnia - Los Angeles ao The New England Journal of Medicine.

Em uma entrevista a Reuters Health, o Dr. William G. Goodman explicou que embora doenças cardíacas sejam responsáveis por metade das mortes entre adultos em diálise, pouco é conhecido sobre a saúde do coração em pacientes jovens. Quando as pessoas jovens apresentam falhas renais avançadas, a meta é dar-lhes um transplante de rim. Ainda assim mesmo após a realização do transplante, muitos podem apresentar doença cardíaca mais tarde, observou Goodman. Os resultados deste estudo sugerem que a formação de cálcio nas artérias pode ser significativa.

Como os rins destes pacientes já não funcionam corretamente, eles têm que sofrer diálise para limpar o sangue de elementos que são normalmente eliminados pelo rim. No estudo atual, os pacientes que tiveram formação de cálcio nas artérias tinham feito diálise significativamente mais tempo que os outros pacientes. Goodman e os colegas especulam que certos aspectos da diálise poderiam ter causado calcificação das artérias nos pacientes.

Na ausência da função renal, explicou Goodman, fósforo proveniente da comida acumula no sangue. Assim os pacientes são tratados com drogas que se ligam ao fósforo e reduzem sua absorção no sangue; o agente que liga é o cálcio. Por conseguinte, pacientes em diálise recebem doses altas de cálcio, " uma boa porção " do qual pode terminar indo para artérias do coração, disse Goodman.

Consumir menos cálcio poderia reduzir a calcificação da artéria. Estudos na população geral sugeriram que calcificação de artéria é um bom indicador de doença do coração, constatou Goodman. Está obscuro se os mesmos suportes são verdadeiros para pessoas com falha renal, porém, "é improvável que cálcio nas artérias seja uma coisa boa", disse ele.

FONTE: The New England Journal of Medicine 2000;342:1478-1483.

Sinopse preparada por Reuters Health

Copyright © 2000 Reuters Limited. All rights reserved. Republication or redistribution of Reuters Limited content, including by framing or similar means, is expressly prohibited without the prior written consent of Reuters Limited. Reuters Limited shall not be liable for any errors or delays in the content, or for any actions taken in reliance thereon.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: