Publicidade

Notícias de saúde

Brasil: Hospital do Câncer Lança Campanha Nacional de Prevenção

São Paulo, 27 de Novembro de 2000(eHLA). O Hospital do Câncer, em São Paulo, um dos maiores centros de pesquisa, tratamento e ensino sobre a doença na América Latina, anuncia para o início de dezembro campanha nacional que busca amenizar os números do câncer no Brasil. A campanha criada pela J.W.Thompson para veiculação até dezembro de 2001 pretende mostrar que cerca de 70% dos tumores poderiam ser evitados com diagnóstico precoce e controle da exposição a fatores de risco como tabaco, álcool, sol e vírus.

“O câncer é uma doença que possui um estigma muito forte. Hoje sabemos que o câncer tem causa e cura. Se nada for feito em 20 anos a incidência da doença vai dobrar no Brasil. Portanto, o objetivo da campanha é educar a população para prevenção, realização de exames rotineiros e diagnósticos precoces”, explica Dr. Benedito Mauro Rossi, vice-presidente clínico do Hospital do Câncer de São Paulo. A iniciativa faz parte do programa de difusão do Hospital apoiado pela Fapesp (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo), que terá a duração mínima de cinco anos. Os objetivos do projeto são desmistificar a doença e diminuir a incidência dos tumores mais comuns, como o de pele, útero, pulmão, mama e próstata.

“Ao contrário do que muitos pensam, o câncer tem causas definidas. Em cada 10 casos da doença, oito tem fatores causais conhecidos. Prevenir é eliminar fatores de risco, as possíveis causas da doença. Por exemplo, no verão precisamos reforçar o enfoque dos fatores de risco do câncer de pele”, diz Rossi.

Enfoque da Campanha

A campanha pretende mostrar que os tumores de maior incidência no Brasil (pele, pulmão, útero, mama e próstata) são também os de mais fácil prevenção ou diagnóstico e que a atitude das pessoas diante da doença é fundamental para reverter o quadro da doença. "Vamos ocupar todas as mídias disponíveis para levar a mensagem positiva de que ganhar a batalha contra o câncer também depende da atitude diante da doença", diz Laís Pasqua, diretora de atendimento da Thompson, e coordenadora do projeto.

Em países ricos o diagnóstico precoce é uma regra no combate à doença. Nos EUA, por exemplo, a relação entre o número de casos detectados a cada ano (2,5 milhões) e o número de mortes (550 mil) é de 22%. No Brasil, com 284 mil novos casos e 114 mil mortes por ano, a relação é de 40%. Mais informações:www.hcanc.org.br

Copyright © 2000 eHealth Latin America

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: