Publicidade

Notícias de saúde

Hepatite C Aumenta Risco em Pacientes com HIV

LONDRES (Reuters) - O vírus HIV e a hepatite C formam uma combinação particularmente fatal, disseram médicos suíços na sexta-feira.

As pessoas infectadas com os dois vírus correm risco de vida maior e não reagem tão bem a drogas anti-Aids, disseram eles.

A hepatite C é uma doença que ataca o fígado e pode causar cirrose, distúrbios hepáticos e câncer. Afeta cerca de 170 milhões de pessoas em todo o mundo e é comum entre portadores de HIV e usuários de drogas intravenosas.

Um estudo de cientistas do Hospital Universitário de Lausanne com mais de 1.150 portadores de HIV recebendo tratamento anti-Aids mostrou que a progressão do vírus e as mortes eram três vezes mais frequentes em pacientes com a moléstia no fígado.

O uso de drogas intravenosas também aumentou o número de mortes entre pacientes de HIV.

"A infecção por hepatite C é um fator prognóstico particularmente negativo ou determinante para pacientes com resposta adequada a terapias anti-retrovirais potentes", disse o médico Amalio Telenti no periódico médico Lancet.

O vírus da hepatite também prejudica a recuperação do sistema imunológico e das células CD4, que combatem o vírus.

A Aids (síndrome da imunodeficiência adquirida) é a quarta causa de mortes em todo o mundo. Desde que a epidemia começou, no começo dos anos 80, 19 milhões de pessoas morreram da síndrome, que é uma combinação de doenças.

O vírus HIV causa a Aids, deixando o corpo vulnerável a várias doenças potencialmente fatais, as chamadas infecções oportunistas, como por exemplo a tuberculose.

Sinopse preparada por Reuters Health

Copyright © 2000 Reuters Limited. All rights reserved. Republication or redistribution of Reuters Limited content, including by framing or similar means, is expressly prohibited without the prior written consent of Reuters Limited.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: