Publicidade

Notícias de saúde

Brasil: O Glaucoma é a Principal Causa de Cegueira Irreversível no País

São Paulo, 23 de Novembro de 2000 (eHLA). Mais de um milhão de pessoas em todo o Brasil são vítimas do glaucoma e muitas não sabem que possuem a doença. “O glaucoma se instala lentamente e, sem dar sinais, vai lesando o nervo ótico até provocar danos que comprometem definitivamente a visão. Não fosse o desconhecimento das pessoas sobre os riscos da doença, muito sofrimento poderia ser evitado. Por causa da falta de prevenção e informação, a doença é a principal causa de cegueira irreversível no país”, afirma o médico Felício Aristóteles da Silva, presidente da Sociedade Brasileira de Glaucoma.

Glaucoma é uma doença que se caracteriza pela pressão elevada dentro do olho. Ela aumenta quando o líquido que banha as estruturas oculares (o humor aquoso) não é drenado naturalmente. Com a pressão alta, a quantidade de sangue que chega aos tecidos oculares diminui e as células nervosas no fundo do olho sofrem danos. O resultado disso é a perda progressiva da visão. “Na maioria dos casos, o glaucoma se desenvolve sem ocasionar nenhum sintoma e pode progredir com tanta lentidão que a pessoa não se dá conta da perda gradual da visão. Por isso, quanto mais rápido for diagnosticado o problema, maior as chances de evitar a cegueira”, afirma o especialista.

Apostando na informação e no diagnóstico precoce, o Instituto de Olhos de Belo Horizonte realizou uma semana dedicada à doença. Num balanço parcial, constatou que, dos 3.700 pacientes examinados, cerca de 10% apresentaram pressão ocular elevada. Numa avaliação mais rigorosa, 5% apresentaram evidências de que realmente estão com a doença. "O índice é elevado, mas estamos levando em consideração o fato de que muitas pessoas que nos procuraram já sabiam que estavam com a doença", afirma o diretor do Instituto, Homero Gusmão de Almeida.

Prevenção e Tratamento

Os sintomas, ao contrário do que se acredita, são bem discretos. A dor ocular raramente ocorre, assim como lacrimejamento ou olhos vermelhos. O tipo mais comum de glaucoma é o crônico. Ele leva a uma perda lenta da visão periférica (visão lateral) e pode ser descoberto apenas nas fases mais avançadas se a pessoa não faz consultas periódicas ao oftalmologista. “A única forma de prevenir o glaucoma é fazer visitas periódicas ao oftalmologista. Visitas anuais são indicadas a partir dos 40 anos”, alerta Dr. Homero. Algumas pessoas, no entanto, têm propensão à doença devido a fatores de risco, como: membros na família portadores de glaucoma, ascendência da raça negra, quem sofre de miopia em graus elevados ou passou por traumas ou cirurgias oculares. Quanto mais rápido for descoberta e tratada, maior a chance de preservar a visão. Antes que a cegueira se instale completamente, é possível paralisar a doença. O tratamento mais comum é feito com colírio, que age baixando a pressão intra-ocular. Às vezes, são indicados tratamentos com laser e, em alguns casos, pode ser necessária a intervenção cirúrgica, que constrói uma espécie de canal de escoamento para o humor aquoso.

Copyright © 2000 eHealth Latin America

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: