Publicidade

Notícias de saúde

Brasil: Governo Vai Financiar Centros Para Atender Queimados no País

São Paulo, 22 de Novembro (eHLA). O Ministério da Saúde vai financiar a formação de uma rede de centros de referência para atender vítimas de queimaduras em todo o país. Dos 68 centros a serem criados, 14 serão em São Paulo, segundo o anúncio do ministro da saúde, José Serra. De acordo com o ministro, o objetivo é garantir melhor atendimento ao pacientes queimados com assistência adequada, profissionais qualificados e controle mais rigoroso dos gastos realizados. Os centros terão de oito a 20 leitos para atendimento especializado. Deverão ser criadas unidades de cuidados especiais de queimaduras com seis leitos de tratamento intensivo. "Nem todos os Estados têm condições de ter imediatamente centros de alta complexidade. Nesses casos, as secretarias começarão com centros intermediários", disse Serra.

A criação de Redes Estaduais de Assistência a Queimados vai custar R$ 15 milhões a mais por ano para o governo federal, a partir de março do próximo ano. Atualmente, o SUS (Sistema Único de Saúde) gasta R$ 55 milhões. O ministério vai reajustar o pagamento por atendimento a vítimas de queimadura em 75%. Atualmente, um procedimento em casos mais graves custa R$ 1.010,00 ou US$ 523 mil. Com o reajuste, chegará a R$ 1.776,00 ou US$ 910 mil.

A média de pacientes queimados atendidos por mês em todo o país é de 2.172. Outra iniciativa que deverá ser colocada em prática é uma proposta da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP) para fazer uma campanha sobre queimadura para as crianças. Segundo a SBCP, 43% das vítimas são crianças de até 10 anos e 51% dos acidentes ocorrem em casa (80% deles, na cozinha).

Copyright © 2000 eHealth Latin America

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: