Publicidade

Notícias de saúde

Estudo Com Cachorro Associa Hormônios a Câncer Ósseo

WASHINGTON (Reuters Health) - A redução nos níveis de hormônios sexuais pode aumentar o risco de um tipo de câncer ósseo, segundo resultados de um estudo realizado em cachorros da raça rottweiller.

O câncer ósseo altamente maligno, conhecido como osteossarcoma, tem notáveis semelhanças em humanos e rottweilers, de acordo com pesquisadores da Universidade Purdue, que participaram de encontro da Gerontological Society of America.

Em um estudo com 745 rottweilers, a equipe de B.C. Beranek, dos departamentos de clínica veterinária e patologia veterinária da universidade, verificou que 15 por cento dos cães tiveram câncer ósseo.

O risco de câncer foi 65 por cento mais alto em machos castrados e 34 por cento mais alto em fêmeas esterilizadas. As chances de aparecimento de osteossarcoma foram maiores tanto em fêmeas quanto em machos esterilizados com menos de 1 ano de idade, comparados a animais que não foram castrados.

Não está claro por que a castração tem impacto sobre o risco de câncer, mas o motivo pode ser a redução dos níveis de hormônios sexuais. Mais estudos são necessários para determinar se esses fatores têm alguma influência no aparecimento da doença em seres humanos.

Sinopse preparada por Reuters Health

Copyright © 2000 Reuters Limited. All rights reserved. Republication or redistribution of Reuters Limited content, including by framing or similar means, is expressly prohibited without the prior written consent of Reuters Limited.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: