Publicidade

Notícias de saúde

Líderes Africanos e Norte-Americanos Assinam Acordo Sobre Aids

Por Margaret A. Clark

BOSTON (Reuters Health) - Líderes de 24 países africanos e representantes da indústria farmacêutica, conselheiros políticos e especialistas acadêmicos norte-americanos aprovaram, esta semana, por unanimidade, um documento que pode ser a base de uma aliança para enfrentar a epidemia africana de Aids.

O documento, "Princípios de Colaboração: Enfrentar a Aids na África", pede que os países africanos avaliem suas necessidades e estabeleçam prioridades para a Aids, com especial ênfase nas estratégias para conter a disseminação do vírus e ampliar o atendimento aos portadores do HIV.

"Os norte-americanos são convidados a participar dessa luta", disse Richard Marlink, diretor-executivo do Harvard Aids Institute, que promoveu o encontro de dois dias. "Os africanos devem estar no comando das ações e suas prioridades vão orientá-las. Precisamos estar prontos para uma colaboração de longo prazo e para iniciativas políticas que beneficiem a saúde pública dos africanos como um todo", disse Marlink.

A África subsaariana, que reúne 10 por cento da população mundial, tem aproximadamente 70 por cento de todas as pessoas do planeta que vivem com HIV/Aids e 90 por cento de todos os casos registrados de mortes relacionadas à Aids.

Max Essex, presidente do Harvard Aids Institute, enfatizou que os Estados Unidos precisam se envolver nesse esforço. "Precisamos de uma nova consciência nos Estados Unidos", disse Essex.

"Mais recursos e dólares deveriam ser canalizados para as necessidades desses países em desenvolvimento que suportem um peso desproporcional dessa doença", avaliou o especialista.

O presidente de Botsuana, Festus Mogae, concordou com a necessidade de ajuda imediata. "Os países da África estão em diferentes níveis de alerta e capacidade para enfrentar a Aids", disse o presidente. "No meu país, estamos prontos. Nosso povo está morrendo e precisa de ajuda", declarou Mogae.

Entre as nações que participaram do encontro estão Angola, Botsuana, Burkina Fasso, Etiópia, Gana, Moçambique, Namíbia, Nigéria, Senegal, África do Sul, Tanzânia, Zâmbia e Zimbábue.

Sinopse preparada por Reuters Health

Copyright © 2000 Reuters Limited. All rights reserved. Republication or redistribution of Reuters Limited content, including by framing or similar means, is expressly prohibited without the prior written consent of Reuters Limited. Reuters Limited shall not be liable for any errors or delays in the content, or for any actions taken in reliance thereon.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: