Publicidade

Notícias de saúde

Ponto G Pode Comandar Prazer e Dor

Por Amy Norton

NOVA YORK (Reuters Health). Uma zona erógena da mulher pode existir por motivos que vão muito além do prazer. Pesquisadores informaram que a evolução pode ter projetado o chamado ponto G para aliviar a dor do parto.

O obstetra alemão Ernst Grafenberg -- o G do ponto G -- foi o primeiro a descrever a zona erótica feminina, há cerca de 50 anos. Desde então, pesquisadores se perguntam por que, e se, existe o ponto G existe. Algumas pesquisas com animais sugeriram que o ponto G tem um efeito redutor na dor, o que pode indicar uma função além do prazer.

Desde o início da década de 80, a equipe de Beverly Whipple observa se as conclusões dessas pesquisas com animais poderiam ser aplicadas a mulheres. O trabalho mostra de forma consistente que sim, informou Whipple, que trabalha na Universidade Rutgers, em Newark (Nova Jersey).

"Levantamos a hipótese de que o parto poderia ser muito mais desconfortável sem o ponto G", disse a pesquisadora à Reuters Health.

A pesquisa foi publicada em uma edição recente do Scandinavian Journal of Sexology. Conforme a pesquisadora, o ponto G parece estar na parede da vagina, perto da uretra, o estreitamento da bexiga. Em cerca de uma dúzia de estudos, a equipe de Whipple verificou que estimular essa área nas mulheres aumenta significativamente seu limiar da dor. A pressão no ponto G parece criar uma analgesia natural durante o parto.

Whipple informou que encontrou mais evidências quando estudou mulheres mexicanas que apreciavam dietas ricas em pimenta. A pimenta contém uma capsaicina química que, em ratos de laboratório, atenua os efeitos redutores da dor do ponto "G".

Whipple começou a notar que as mulheres de língua espanhola que viviam na sua região pareciam ter um trabalho de parto particularmente difícil. "Primeiro, admiti que era uma diferença cultural e que elas se sentiam mais livres para expressar dor", disse Whipple.

Pesquisas com animais sobre a capsaicina levaram a pesquisadora a suspeitar de um outro culpado : a pimenta. No estudo sobre mulheres mexicanas, os pesquisadores verificaram que as mulheres que tinham uma dieta rica em pimenta não tinham uma elevação do limiar da dor quando seu ponto G era estimulado. Conforme a especialista, a capsaicina parece destruir fibras nervosas específicas que são fundamentais para o efeito natural de bloqueio da dor do ponto "G".

Sinopse preparada por Reuters Health

Copyright © 2000 Reuters Limited. All rights reserved. Republication or redistribution of Reuters Limited content, including by framing or similar means, is expressly prohibited without the prior written consent of Reuters Limited.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: