Publicidade

Notícias de saúde

Uso de Preservativo Ainda Causa Polêmica entre Católicos

RIO DE JANEIRO (Reuters) - O uso de preservativo como medida de prevenção à transmissão do HIV continua sendo condenado por membros da Igreja Católica. A posição foi defendida pelo bispo de Goiânia (GO), Eugene Rixon, durante o Fórum 2000 -- 2ª Conferência de Cooperação técnica Horizontal da América Latina e Caribe sobre HIV/Aids e DST.

"Apenas posso reiterar a posição oficial da Igreja Católica de que a maneira ideal de prevenir a transmissão do HIV é o celibato antes do casamento e a fidelidade depois do casamento", disse Rixon durante uma mesa-redonda sobre Aids e Religião na terça-feira, dia em que as atividades foram dedicadas ao debate sobre estratégias de prevenção.

Apesar de polêmica e bastante criticada, a recomendação católica parece não estar tendo impacto expressivo no uso do preservativo.

No Brasil, o Ministério da Saúde anunciou ter destinado 200 milhões de unidades de preservativos masculinos para campanhas de distribuição durante o ano 2000 e pretende repetir a estratégia no próximo ano.

No Chile, o lançamento da campanha pelo uso do preservativo foi seguido de declarações de médicos ligados à Universidade Católica questionando a eficácia do método.

Segundo Raquel Child, representante do Grupo de Cooperação Técnica Horizontal da América Latina e Caribe em HIV/Aids, a polêmica serviu para abrir espaço para o debate.

"Tivemos páginas e páginas nos jornais, coisa que não teríamos conseguido sem a crítica da Igreja", analisou Child.

O diretor-executivo do Programa das Nações Unidas para Aids (Unaids), Peter Piot, havia criticado o entendimento católico durante cerimônia de abertura da conferência na segunda-feira, classificando-o como inaceitável a contrapropaganda feita pela Igreja.

Sinopse preparada por Reuters Health

Copyright © 2000 Reuters Limited. All rights reserved. Republication or redistribution of Reuters Limited content, including by framing or similar means, is expressly prohibited without the prior written consent of Reuters Limited.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: