Publicidade

Notícias de saúde

Emplastro com Maconha é Usado Contra o Câncer

Especialistas pretendem começar a experimentar o uso de um emplastro com base de maconha em pacientes com câncer. A forma da medicação é parecida com a usada por pessoas que desejam parar de fumar.

O uso medicinal da folha da maconha na sociedade ocidental data do século XVIII, mas logo foi esquecido. Nos anos 70 surgiu novamente seu uso medicinal, quando a maconha foi oferecida a pacientes jovens com câncer que estavam se submetendo à quimioterapia. Foi feito um estudo que demonstrou que dos 56 pacientes com problemas de vômitos e náusea com remédios tradicionais, 78% tiveram resultados positivos ao fumar maconha. Desde então mais de 30 estados americanos aprovaram leis para seu uso em determinados tratamentos médicos, embora as leis federais não o permitam.

Em 1997, o Dr. Lester Grinspoon, professor de psiquiatria da faculdade de Medicina da Universidade Harvard apresentou à comissão de Justiça da Câmara dos Deputados, dos Estados Unidos, o uso da maconha como remédio para pacientes com câncer com os seguintes resultados: estimula o apetite, previne a perda brusca de peso do paciente, pode melhorar o ânimo, e o mais importante, evita náuseas e vômito causados pela quimioterapia.

Há vários anos, a Sociedade Americana do Câncer e outras organizações de nível internacional vêm pedindo a realização de mais pesquisas a esse respeito e agora parece que esse esforço resultou no desenvolvimento inicial do emplastro de maconha. De acordo com Gail Tyner-Taylor, representante da Sociedade do Câncer dos Estados Unidos em Nova York, o emplastro poderá aliviar as dores e as náuseas dos pacientes que estão sofrendo com o tratamento de quimioterapia. Esta instituição já doou mais de 300 mil dólares para a Universidade de Albany, em Nova York, para desenvolvimento do emplastro.

Copyright © 2000 eHealth Latin America  

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: