Publicidade

Notícias de saúde

Brasília Ganha Incor

Nova unidade vai funcionar dentro do Hospital das Forças Armadas e 60% de suas vagas serão para pacientes do SUS em Brasília, que usufruirão de uma nova unidade do Incor, o Instituto do Coração. O convênio entre o instituto de São Paulo e o hospital das Forças Armadas, onde vai funcionar a filial do Incor, foi assinado esta semana pelos ministros da Defesa, Geraldo Quintão, e da Saúde, José Serra, por representantes da Fundação Zerbini, do Incor, e pelos presidentes da Câmara e do Senado, Michel Temer (PMDB) e Antonio Carlos Magalhães (PFL). O nome do novo hospital será deputado Luiz Eduardo Magalhães, depois de proposta feita pelo deputado Michel Temer.

O Instituto terá 80 leitos de cardiologia, sendo que trinta destes na UTI, e terá a capacidade de fazer até seis cirurgias de coração por dia.

Os gastos para a instalação do Incor estão estimados em R$ 4 milhões. O dinheiro deverá sair do Orçamento do Senado e da Câmara dos Deputados. O novo instituto terá um programa de residência médica especializada e será gerenciado pelos mesmos padrões do Incor de São Paulo, que apesar de ser público, é mantido por uma fundação de direito privado.

Até o início do ano que vem, o Hospital das Forças Armadas deverá fazer concurso público para contratar mais de mil profissionais da área de saúde, entre médicos, dentistas, farmacêuticos, enfermeiras e auxiliares.

Copyright © 2000 eHealth Latin America

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: