Publicidade

Notícias de saúde

Estudo Detecta Falta de Vitamina C Entre Norte-Americanos

Por Suzane Rostler

DENVER (Reuters Health) - A despeito da grande variedade de frutas, legumes, verduras e outros alimentos enriquecidos com vitamina C disponíveis nos Estados Unidos, muitos norte-americanos têm deficiência da vitamina, considerada uma arma contra gripes e eficaz na diminuição do risco de várias doenças.

Os especialistas revisaram os dados nacionais de saúde e apresentaram um estudo no encontro anual da American Dietetic Association, na quarta-feira.

A pesquisa constatou que fumantes e homens de meia idade têm maior probabilidade de ter deficiência de vitamina C, tornando-os mais vulneráveis a infecções e fadiga.

De acordo com a equipe de Jeffrey S. Hampl, do Departamento de Nutrição da Universidade do Estado do Arizona, em Mesa, pessoas com níveis de vitamina C abaixo do recomendado também podem sofrer sangramento nas gengivas e apresentar inchaço nos braços e pernas.

Segundo a pesquisa, 16 por cento de quase 16 mil pessoas entre 45 e 64 anos de idade têm carência de vitamina C e os homens são mais propensos a ter o problema. Os fumantes também tendem a ter níveis inadequados de vitamina C.

Em entrevista à Reuters Health, Hampl explicou que a vitamina C é um antioxidante, composto que evita que os radicais livres causadores de doenças danifiquem as células. Estudos têm mostrado que os danos provocados pelos radicais livres são responsáveis pelo aparecimento de doenças crônicas e pelo envelhecimento.

Quando a vitamina C é mobilizada para destruir os radicais livres do cigarro, ela se torna menos eficaz na associação a radicais livres que provocam outras doenças.

Estudos anteriores mostraram que os fumantes tendem a fazer opções nutricionais pouco saudáveis, o que poderia explicar as taxas menores de antioxidantes em sua corrente sanguínea.

Os pesquisadores verificaram que 25 por cento das fumantes têm taxas baixas de vitamina, enquanto as não fumantes com carência de vitamina C somam 7 por cento.

Quase um terço (31 por cento) dos homens fumantes tinha deficiência, enquanto entre os não fumantes esse índice é de 11 por cento. Entre adolescentes, cerca de 5 por cento apresenta carência de vitamina C.

Sinopse preparada por Reuters Health

Copyright © 2000 Reuters Limited. All rights reserved. Republication or redistribution of Reuters Limited content, including by framing or similar means, is expressly prohibited without the prior written consent of Reuters Limited. Reuters Limited shall not be liable for any errors or delays in the content, or for any actions taken in reliance thereon.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: